Compra da Avon pela Natura gerou uma gigante da área de beleza. Foto: Pixabay.

A Avon, gigante americana de produtos de beleza comprada no final de abril pela Natura, acaba de fechar um grande contratado com a HCL, companhia indiana que vai assumir a parte de serviços de infraestrutura da empresa.

Em nota, a HCL informa que o contrato inclui suporte para data centers, redes, segurança e serviços de usuários para os usuários finais, além do atendimento aos funcionários por service desk.

“Estamos digitalizando a Avon para o futuro, dentro da estratégia Open Up Avon”, resume o Benedetto Conversano, CIO da Avon.

Para a HCL, o contrato representa um gol aos 45 minutos do segundo tempo.

Isso porque a Avon foi recentemente adquirida pela brasileira Natura, em um negócio que gera um gigante com faturamento bruto anual superior a US$ 10 bilhões.

A expectativa é que a combinação resulte em sinergias estimadas entre US$ 150 milhões e US$ 250 milhões anuais.

Sinergias, no caso, é uma forma de descrever a economia que se faz ao unificar áreas redundantes, cortando equipe, ao mesmo tempo em que renegociam grandes contratos como o que a HCL acaba de fechar.

A conclusão da operação é esperada para o início de 2020. Uma unificação das áreas de TI certamente está na agenda para o médio prazo.

Até lá, a HCL pode ter solidificado sua posição na Avon, e, quem sabe, aberto uma porta para atender também a Natura.